Cuidar e Educar

By Nina Santini - 19:08


São duas palavras que sempre se associam, pois na hora de cuidar de uma criança e guiá-la até á idade adulta se torna cada vez mais difícil. Até hoje peço a benção aos meus pais antes de dormir ou desligar o telefone , ou melhor, aos meus familiares. O que tenho percebido é uma inversão total de valores, hoje, raramente vejo atitudes assim com os pais/familiares, raramente vejo aquele respeito que havia antigamente. Você vê muitas mães jovens, muito até , não que isso influencie totalmente na criação, mas sim a responsabilidade das mães/ pais sobre os cuidados com as crianças e sim, encontramos muitos adultos muito irresponsáveis!
Quando temos a opção de poder cuidar dos nossos filhos devermos fazê-la da melhor forma possível , com muito amor e carinho e nunca esquecer de educar e passar-lhes os melhores valores. Eu vejo tantos pais que se dão ao luxo de continuar aquela vida de antes de se engravidar e que simplesmente deixam as crianças a cargo de outrem que não são responsáveis de forma alguma pelas assim chamadas ¨consequências ¨da sua conduta.
 Ponho na cabeça de que ninguém será capaz de cuidar , amar, educar da  forma  única que nós pais sabemos, por isso que nós, pais, exercemos uma extrema importância na vida dos nossos filhos.
Nos cuidados é sempre necessário a presença da educação, aquela velha educação que você não compra, não paga, não adquire na escola ( essa é complementar), a chamada educação de berço. Sei que muitos de nós teve uma educação das antigas, que tinha medo de desobedecer a mãe e levar uma boa chinelada. Eu ainda acredito nessa velha e boa educação, onde caso necessário seja, possamos corrigir com uns tapinhas inocentes, talvez seja isso que falta para curar as faltas de educação  com os mais velhos, professores e familiares. 
A educação que eu recebi em casa, passava na escola, no trabalho e até hoje, agora me pergunta se eu levei uns bons tapas da minha mãe? Claro! HAHAHA, e demais, mas todos sempre com razão, ah mãe, como te compreendo!
Tenho a certeza que hoje me tornei uma mulher muito mais responsável por isso e mesmo tendo os meus 23 anos, me sentirei sempre como uma criança /filha que deve respeito aos meus pais, familiares e mais velhos! E é isso  que eu quero passar para os gêmeos que serei rígida quando necessário, que em determinadas situações não poderei simplesmente passar a mão na cabeça e deixar passar. 
Porque posso afirmar que a educação faz toda a diferença de quem você vai se tornar no futuro!

  • Compartilha:

Veja também

1 comentários