Transição capilar : 1 ano e 6 meses

By Nina Santini - 23:36

Queridas//os , lhes garanto que há tempos mais difíceis, tempos que custam para passar. Já completei 1 ano e 6 meses que estou em transição, me rebati inicialmente na questão de fazer o BC ,realmente,não o fiz,fui cortando aos poucos ,até que um dia dei a louca e resolvi cortar as várias pontas lisas daquele cabelo sem forma !


Ele ficou muito curto, mas finalmente eu conseguia ver o meu cabelo ganhando forma. Sozinha  eu não iria conseguir,procurei me inspirar em várias blogueiras/youtubers e decidi que esta seria a nova EU. 

Sempre sonhei com um cabelo 3C , nada de volumes exagerados,aqueles cachos perfeitos.  Mas com o tempo, eu aprendi a me amar do jeitinho que Deus me fez. Aceitei ser crespa ,do cabelo tipo 4,  com os cachos mais fechados e volumosos. Aprendi que ser diferente dos outros não é um problema mas sim uma ótima qualidade!

Meu cabelo sempre foi ótimo de crescimento, por isso eu havia decidido deixar ele crescer bem para que depois pudesse o cortar aos poucos,assim eu poderia usar várias técnicas para passar melhor pela transição.
Uso e abuso das cores,  adoro tranças porque são muito práticas, porque com os gémeos, o meu tempo para cuidar de mim com total atenção é muito reduzido! 
Porém, dentre as mudanças de boxbraids eu sempre cuido bastante do meu cabelo,por mais que ele cresça, as tranças também acabam danificando os fios! 
Outro grande aliado na minha transição é sem sombra de dúvidas as texturizações, elas servem para dar forma àqueles cabelos indefinidos e sem  vida. Comigo,  as texturizações que deram certo foram : dedoliss, twist out e coquinhos. (esse de cima foi dedoliss com 2 dias de day after)

De uma coisa eu tenho a certeza, agora eu estou amando porque,tudo está se adaptando aos poucos! Sei que o caminho ainda é longo, que essa textura irá mudar constantemente até chegar ao ponto, mas até lá, eu vou aproveitar todas essas fases loucas!
Hoje reparo que ele no topo tem cachos mais abertos  e com menos volume, já entre o meio e a nuca, é mais fechado e com um enorme fator encolhimento!
Esta é a realidade que vivo, o processo de transição é longo e complicado,  não é apenas uma mudança visual,  ela vem de dentro de cada um.  Faz precisamente mais de um ano que entrei em transição,  e acreditem , ainda estou na fase da aceitação e nos cuidados.  Agora que estou mais ciente do meu tipo de cabelo irei busca os melhores cuidados e elaborar um cronograma capilar.
Devido aos vários anos de uso de química e ao uso de boxbraids, eu considero o meu cabelo muito danificado.

  • Compartilha:

Veja também

0 comentários