Diário dos gêmeos: A Descoberta

By Nina Santini - 01:31


Já me imaginei inúmeras vezes grávida, mas não agora, tão cedo. 
A palavra "Mãe" é muito significativa, mãe cuida, educa, dá amor, durante pelo menos seis meses ela oferece a única fonte de alimento para o seu filho/a. É incrível essa imensa capacidade da mulher de se multiplicar após o nascimento de uma criança. Ovários micropolicisticos,
esse era o nome do que me impossibilitava, segundo os médicos, de engravidar como outras mulheres, o único tratamento é com base hormonal, o que não é muito bom para mim porque tenho diversos efeitos colaterais. Como não queria engravidar tão cedo fiz o tratamento por apenas 1 mês e parei ( não aconselhado pois a condição pode evoluir para doenças graves).
Com apenas 6 meses, sem querer, sem planejar engravidei. Achei que era apenas inchaço causado pelos ovários micropolicisticos, pois também já estava habituada a ficar meses e meses sem menstruar que nem desconfiei. Não enjoava, nenhum sintoma para além da azia, mas a verdadeira percepção de gravidez veio após vários familiares afirmarem que eu estava grávida decidi fazer o teste de gravidez. 5h , a primeira urina da manhã é aquela que contém maior quantidade de beta HCG, minha ansiedade estava a 1000 por hora. O Resultado foi imediato e as listras fortemente marcadas, na minha cabeça eu pensava: E agora? , É falso positivo?
Liguei logo cedo pro meu namorado, fiquei meio que desesperada porque não sabia o que fazer. Tanto que não quis acreditar até fazer o exame de sangue, Reagente e não reagente, eu não percebia nada daquilo até perguntar ao médico, aí sim me apercebi que o reagente já era uma vida se formando dentro de mim.
Ser mãe, bem...como digerir ? É com certeza uma dádiva, seja o que Deus quiser.

  • Compartilha:

Veja também

0 comentários